terça-feira, 16 de janeiro de 2018

O Radicalismo Feminista Expressa o Contrassenso

Respeito o feminismo e algumas conquistas históricas, mas comentei algo de podre nisso não é de hoje. Digo do feminismo de algumas que é tão radical que elas parecem cães danados com um detalhe, canalizam o ódio delas contra o mais fraco. Preferem fazer inimizades derrubando a cruz da igreja mas nunca derrubam o obelisco que representa um grande falo com ereção de Baal. É a mesma loucura de algumas que sendo assim agem como seita associando-se a ideias ocultistas que pregam justamente a prostituição. Vai entender a "lógica" da nojeira sem sentido de alguns, pra eles banheiro é uma zona sem limites legais e morais, uma zona (de guerra).
A ferocidade do extremismo feminista faz o mesmo soar como uma seita o que levanta a suspeita quando ao atacar o romantismo de alguém não os abusos que fazem com seu alvo de afeto, isto expõe sua inutilidade, no mínimo.
Para pra analisar de perto o ódio quando não é politicamente correto, é crime, vide a homofobia, mas quando é institucionalizado por políticas "sociais" se traveste de algo apenas pra ser a mesma opressão que acusam mas de lado oposto. É muito absurdo escondido sob discursos demagogicamente políticos, assim como a ideologia de gênero que qualquer dia vai impor que os hoje indesejados sejam gays pois a lei de liberdade sexual existe apenas para os gays ou para estupradores corporativistas. Os problemas do mundo tiveram inicio quando uns passaram a tentar cuidar da vida alheia fingindo-se de política. Repito pois não aceitam a verdade, essas ai não passam de fantoches hipócritas!

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Sessão de Fotos 2018

Seleciono abaixo algumas de minhas melhores fotos de 2018. Ao longo do ano novas fotos serão acrescentadas nesse blog, clique nas imagens para amplia-las.





sábado, 30 de dezembro de 2017

Lista de Leituras de 2017

Para finalizar o ano com a última postagem faço uma lista parcial de todos os livros lidos esse ano de 2017. Pode ser que a eventualidade de alguns livros não tenham sido incluídos, mas a média de leitura anual de minha parte varia de 20 a 25 contra os supostos 17 livros desse ano. Isto ocorreu pois passei alguns meses sem livros novos para ler ainda que tivesse alguns incompletos.
Sobre literatura concluí mais uma antologia (a maior delas, com cerca de 30 contos), a curta noveleta 'Herdeiros do Caos', continuação de 'Herdeiros do Destino' assim como uma série de novas adições na minha autobiografia 'Confissões de Uma Mente Autista. Confira abaixo a lista de leituras de 2017:

1 - Por uma Fração de Segundo - David Baldacci - Ed.Rocco
2 - Cemitério de Praga - Umberto Eco- Ed.Record
3 – Contos Inacabados – J.R.R.Tolkien – Ed.Martim Fontes.
4 – Realidades Adaptadas – Philip K.Dick
5 – Número Zero – Umberto Eco – Ed.Record
6 - História da sua vida e outros contos - Ted Chiang - Ed.Intrínseca
7 - A Vida de Philip K.Dick - Anthony Peake - Ed.Seoman
8 - A Tumba e outras histórias - H.P. Lovecraft. Ed.L&PM
9 - Manifesto do Partido Comunista - Karl Marx e Friedrich Engels - Ed.Cia de Letras
10 - Viagem ao Centro da Terra - Júlio Verne - Ed.Martin Claret
11 - Apócrifos e pseudoepígrafos da Bíblia Vol.1 – Fonte Editorial
12 - Ubik - Phlip Dick – Ed.Aleph
13 - O Medo A Espreita E Outras Historias – Ed.Pocket Lpm
14 – A Cor Que Caiu do Espaço – H.P.Lovecraft – Hedra
15 – A Onda – Susan Casey
16 – Ponto de Impacto – Dan Brown
17 - Cultura, um conceito antropológico - Roque Laraia

A seguir minha lista de possíveis aquisições para 2018, os mais importantes da minha lista:

- Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
- Filosofia da Educação - Chipriano Luckesi
- A Jornada do Escritor - Christopher Vogler
- O Herói de mil faces - Joseph Campbell
- A Caixa Preta de Darwin - Michael Behe
- Despertar dos Mágicos - Louis Pauwels e Jacques Bergier
- Os Santos e os beatos da Igreja do Ocidente e do Oriente - Mario Sgarbossa
- Dezoito de Escorpião - Alexey Dodsworth
- Autobiografia de Um Místico Espiritualmente Incorreto - Osho
- O Rei Que se Recusava a Morrer - Zecharia Sitchin
- Pablo Escobar - O Meu Pai - Juan Pablo Escobar
- Forrest Gump - Winston Groom - Aleph
- Sombras da noite, de Stephen King (antologia)
- Escuridão total sem estrelas, de Stephen King (antologia)
- Fundamentação da Metafísica dos Costumes e Outros Escritos - KANT, Immanuel.
- Brilhante - Kristine Barnett
- Guerra do Velho - John Scalzi
- As Brigadas Fantasma - John Scalzi
- The Last Colony - John Scalzi
- Zoe's Tale - John Scalzi
- The Human Division - John Scalzi
- As Cavernas de Aço - Isaac Asimov
- Derrubando Mitos - Compreendendo a Bíblia - Cristina Beloni Alencar
- História das Ideias Pedagógicas - Moacir Gadotti
- A Divina Comédia - Dante
- O Parque dos dinossauros - Michael Chrinton
- Fahrenheit 451, de Ray Bradbury
- Discursso de método - Rene Descartes
- 1434 - O ANO EM QUE UMA MAGNIFICA FROTA CHINESA: VELEJOU PARA A ITALIA E DEU INICIO AO RENASCIMENTO
- O CONTRATO SOCIAL - Jean-Jacques Rousseau
- Matéria Escura - Blake Crouch
- Os Abutres do Vaticano, Eric Frattini
- O livro secreto da maçonaria - Lourivaldo Perez
- Biblioteca de Almas - Ransom Riggs
- Elementos de Filosofia Moral - James Rachels
- A Psicanálise dos Contos de Fadas - Bruno Bettelheim
- O necronomicon (ou livro dos nomes mortos) - Abdul Alhazred
- Cem anos de solidão - Gabriel Garcia Marquez
- A Chave de Salomão - Lon Millo DuQuette - 159 páginas - Editora Pensamento
- O Poder do Mito - Joseph Campbell
- Trilogia Fundação - Isaac Asimov
- O Martelo das Feiticeiras, de Heinrich Kramer e James Sprenger, tradução de Paulo Fróes, Editora Rosa dos Tempos, direitos adquiridos pela Editora Record
- O Esplendor - Alexey Dodsworth
- Diário de Anne Frank
- O LABIRINTO DOS ESPÍRITOS - Carlos Ruiz Zafon
- Edward Snowden – Sem Esconderijo - Glenn Greenwald - N.º de páginas: 360
- Anjos - David Albert Jones
- O medo à espreita e outras histórias - H.P.Lovecraft
- O habitante da escuridão e outros contos - H.P.Lovecraft
- O Chamado de Crhulhu - H.P.Lovecraft
- O homem invisível - H.G.Wells
- A máquina do tempo - H.G.Wells
- Sobre a mentira - Platão
- As Ideias que Formaram a Civilização Ocidental - Roberto Pinto de Souza
- Entrevista com o Vampiro - Anne Rice
- Planeta dos Macacos - Pierre Boulle
- As Crônicas de Medusa (The Medusa Chronicles), Stephen Baxter e Alastair Reynolds. Tradução de Ronaldo Sérgio de Biasil. 432 páginas. Rio de Janeiro: Editora Record, 2016.
- Novo Dicionário Português Esperanto - Costa, Allan K. A.
- Dicionário de Filosofia Espírita - Palhano Jr., L.

Lista de livros desejados mas nunca publicados no Brasil:
- Ulema secret teachings - Maximillien de Lafayette
- Simulacron-3 - Daniel F. Galouye
- Great Soul: Mahatma Gandhi and His Struggle with India - 2011 -  Joseph Lelyveld
- Scarlet and the Beast - John Daniel
- The Complete Works Of Josephus, 1991
- Mankind At The Turning Point - Mesarovic, Mihajlo
- The Old Straight Track - Alfred Watkins
- The Devil on the Doorstep: my escape from a Satanic Sex Cult - Annabelle Forest
- Simulacro & Simulações
- Sumerian Lexicon
- O Maior Segredo - David Icke
- Fenda no Espaço - Philip K.Dick
- They All Love Jack: Busting the Ripper, Robinson
- Magic Symbols - rederick Goodman
- The Lost Keys of Freemasonry - Manly P. Hall
- Born in Blood: The Lost Secret of Fremasonry - John Robinson
- A Serpente do Essex - Sarah Perry
- Sign and the Seal: The Quest for the Lost Ark of the Covenant - Graham Hancock

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Comentários do filme 'Mãe!"

Entre os piores filmes do ano "Mãe!" por me ensinar os valores e respeito dos Testemunhas de Jeová que batem a porta ao invés de invadir, ensinamentos indiretos por contraste ao que é mostrado na tela. Darren Aronofsky provou que é um usuário dramático de drogas alucinógenas ou tem sérios problemas mentais ao fazer 'Mãe!', única explicação plausível para um filme tão absurdo e exagerado ao extremo. A sensação desagradável de assistir esse filme é a sensação de alucinação onde não se há fé ou esperança semanticamente correta. Piração total, espero que não seja infeccioso ou venenoso, mas os ecos dessa podridão ressoaram negativamente na minha vida como uma bomba.
O Personagem de Javier Barden faz tudo que não faria e sendo totalmente passivo antes uma assédio tão avassalador que leva uma guerra apocalíptica. Qualquer explicação abstrata e simbólica não oferece lógica mínima para sustentar qualquer plausibilidade pés no chão, como se um autor ficasse famoso do dia pra noite pra ser assediado mais que o próprio Jesus Cristo. Nunca houve algo assim na história humana, nem com Shakespeare, Stephen King ou Dan Brown. Por fim "Mãe!" é um filme machista que mostra como as mulheres como objetos (uma casa) e são usadas e descartadas, sobretudo mostra como o loucura do fanatismo ocultista destrói vidas - nesse sentido tenho que agradecer a sinceridade pois a única "moral" da história seria: Gentileza gera gente abusada.
Poderia discorrer de críticas as técnicas empregadas no longa, mas a mensagem torpe e maléfica em sua fanática crença doentia é ofensiva demais, uma blasfêmia à bíblia ao profanar tudo que significa o cristianismo, do amor a família, como se o Filho do Homem, o Cristo, tivesse de servir a corrupção moral dos outros pois estes lhe querem o pior. Mas num mundo doente onde cheiradores corruptos determinam aflições e crimes por merecimento, deixa claro o verdadeiro significado do versículo: 'O mundo jaz no maligno.'
Uma crença comum em muitas seitas pseudocristãs o qual até mesmo muitos "cristãos" se tornam adeptos em segredo é acreditar que o Filho do Homem bíblico será alguém nascido na Terra nos tempos atuais ao contrário da interpretação teológica oficial da igreja, seja protestante ou católica, mas algo que vem ganhando espaço em proporções insanamente fanáticas. Crenças que levam apenas a mortes e violência tal como mostrado no filme, relatos que fazem apologia a rituais satânicos de sacrifício humano de crianças, algo que deveria ser proibido.
Além da mensagem espúria o filme que se tornou digno do Franboeza de Ouro o qual foi indicado demonstra como o fanatismo da loucura ocultista acaba com vidas e destroem famílias por crenças irracionalmente contraditórias e nada civilizadas.Jennifer Lawrence tentou salvar o filme com seu talento ao fazer o papel-título da esposa de Javier Barden, mas era inútil.
Apesar de ter rido dos absurdos que desejam no filme e a construção apática do personagem de Javier Barden, considerei uma das piores experiências cinematográficas da minha vida, traumático e angustiante como se a loucura fosse contagiosa. NUNCA MAIS.

Meu editorial de Fim de Ano!

Meus adversários são tão burocráticos que sempre me falam pra mim esperar. Mas espero apenas a esperança, não a paciência de comigo acabar. As ambições fora da realidade de alguns leva a melhor definição de insanidade que é um autoritarismo cego com a vida alheia ao esperar depois de destruir, isolar e humilhar por anos que a vítima faça a vontade e siga os planos destes de bom grado e com confiança igualmente cega. É o cúmulo da insensibilidade, é implausível, se na minha vida nada foi como eu quis, pq eles acham que tem que ser com eles?
O manancial de toda artificialidade desponta da pretensão apenas inerente a quem odeia a liberdade espontânea tornando a vida alheia enlatados de destruição industrial, num âmago falsamente universal que cria apenas uniformizações aberrantes e contraditórias ao reduzir todos a máquinas de carne sem sonhos, direitos e livre-arbítrio. O ser humano é igualado desfiguradamente por baixo, em seus deméritos não qualidades. Se apenas o amor conhece a verdade seu oposto, o ódio e a cobiça, edifica apenas a ilusão escorada na falsidade de inúmeras vidas que jamais conhecerão o amor da verdade a não ser pelas frestas da masmorra edificada na profundidade do abismo infernal. Quando eles ganham, todos perdem pois a avidez insaciável por controle e poder sobre todos é onde acaba a liberdade como se pudesse represar o amor para extrair energia para ilusão.
O problema da cegueira do ódio discriminatório - que nada aceita que seja diferente a sua vontade - não está no que se vê mas nos próprios olhos. Vê torto quem tem olhos tortos. Ante isto me valorizar considero um ato de resistência ante o que usa da humilhação como alavanca para se lançar.
É a negação de tudo que nos faz humanos, tudo pelo qual torna a sociedade e civilização possível, cegos querendo guiar servos igualmente cegados. Esse tipo é apenas amiga da ignorância, hipocrisia e a cobiça o qual abraçam e nunca largam. Eis o ridículo real. Estão apenas construindo uma grande masmorra com cemitérios da liberdade alheia pois a liberdade destes que acabam com a liberdade alheia não é liberdade, mas opressão!
E o consumismo capitalista parece refletir em cada relação, no facebook tudo parece uma vitrine de loja em liquidação, todos vendendo imagens que apenas fomenta a ilusão, de que são felizes, querendo ou não. Estamos sendo reduzidos a meros objetos de consumo onde se usa ou se é usado para no fim ir ao descarte, mas A Coisa é o que o induz sempre pendente de definição por ser um incógnito ao porque e razão. Sou grato apenas ao que dá sentido a minha vida, não o oposto!

Previsões 2018

Hoje ao jogar meus tazos Baal manifestou sua inexorável e justa bondade para com os seus ao revelar em traçados desenhos do vindouro ano o sortilégio de seus desejos como planos. Por isto separei aqui uma lista das maravilhosas revelações proféticas de Baal, o nosso Senhor das Moscas amado em atitudes por todos fariseus.

- Um novo presidente será eleito no Brasil e muitos protestarão contra;
- Surgirão mais novos casos de corrupção mas a essa altura ninguém vai mais se importar;
- Um grupo extremista ameaçará atentados na Copa de 2018;
- A crise continuará ainda que com discursos mentirosos dos políticos que alegam o contrário;
- Celebridades irão falecer e todos se comoverão;
- Um acidente terrível acontecerá ceifando vidas;
- Sentirei náuseas das perseguições, ameaças e humilhações imorais dos humildes arrogantes que, no entanto, exigem ser louvados como o oposto;
- Meus "amigos" continuarão lutando por uma exclusão melhor, para que nunca tenha nada de bom, nem mulher ou reconhecimento mas que antes eles sejam louvados pelo que não criaram;
- Vou ficar sozinho... como sempre;
- O Brasil não vai ganhar o Oscar (nem a copa);
- Parasitas sexuais farão fila para pegar mulheres facilmente a custa de quem não tem uma;
- O Bitcoin vai subir o valor e depois descer novamente;

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Melhores Produções da Tv e Cinema de 2017 por mim

Abaixo disponibilizo uma lista das produções estreantes que mais gostei na Tv e cinema no ano de 2017, lembrando que a lista não inclui filmes que ainda não estrearam como Star Wars VIII:

Melhores Filmes de 2017 (ficção científica):
- Okja
- Vigilante do Amanhã (Ghost In Shell)
- Planeta dos Macacos: A Guerra
- Valerian e a Cidade dos Mil Planetas
- Alien Covenant
- Kong: Skull Island
- Onde Está Segunda?
- Corra!
- Blade Runner 2049

Outros Melhores Filmes:- It: A Coisa
- John Wick: Um novo dia para matar
- Atômica

Melhores Séries estreiantes de 2017:- Defensores
- The Handmaid's Tale
- 13 Reason Why
- Mindhunter
- Dark
- The Orville
- Star Trek Discovery
- Philip Dick Eletric Dreams
- The Gifted